O que mais Amo e me Espanta nas Pessoas

Gosto de gente alegre, gente com vivacidade, com energia, gente do bem. Pessoas para baixo e que se sentem pobrezinhas me espantam. Com tanta coisa boa para viver e, principalmente, com um Deus como o nosso que nos sustenta em cada passo, sentir-se vítima do mundo é errado e chega a ser confuso. Como assim vítima do mundo se somos mais do que vencedoras?

Simplesmente não tenho a menor paciência com pessoas que se colocam como coitadinhas só para chamarem a atenção. Oi? Existem formas muito mais sedutoras e eficientes do que esta. Sei lá, já pensou que um pouco de amor- próprio pode fazer qualquer um amar você?

Tem mais. Nunca consegui me conformar com pessoas que reclamam de acordar cedo para trabalharem. Acho pecado, pois há muita gente desempregada por aí. Já tive funcionários que nunca chegaram com boa notícia para mim por causa do mau humor matinal. Senhor, assim não dá.

Depois de uns 1000 conselhos amorosos para uma amiga certa vez, desisti. Ela entendia tudo muito bem, principalmente quando eu dizia que não era nada inteligente namorar bandido. Mas nada dava certo. Quanto mais eu ensinava, mais ela se mostrava encantada com qualquer meninote com pose de malandro.

Chegou um ponto que desisti de falar. Um dia, depois de muito sofrimento, ela me disse que invejava minha boa vida com meu marido. Gracinha, claro, eu esperei em Deus o homem certo para estar ao meu lado. Ah, e não, nunca senti a menor admiração por gente que rouba, que mata, que se droga…

Não é sempre que me vejo com condições emocionais para explicar mil vezes o óbvio e não obter nenhum resultado aparente. Claro, sei que o resultado pode vir com o tempo, mas não tenho esse mesmo tempo para ficar todos os dias dizendo para alguém deixar de dar cabeçada na vida. A cabeça da gente é frágil demais para isso, já o coração, meu Deus, é mais fraco ainda.

Simplesmente não consigo ter boa convivência com quem maltrata o cônjuge, os filhos ou os pais. Queridinho, quer mesmo mostrar que é o todo-poderoso? Procure alguém de seu tamanho, e não a sua família que precisa, que ainda quer ficar com você ou que ainda acha que um dia você vai andar por caminhos de Paz.

Gente do meu coração: o bom humor é contagiante. Assim como pode ser contagiante gente chata, de semblante fechado e com aquela cara de poucos amigos.

Para vencer tudo isso, não é tão difícil. Se tem uma coisa que faz tudo ficar melhor é o sorriso, principalmente se for bem-associado à simpatia e à leveza de caráter. Tente ser feliz, tente se amar, tente ser menos chato, por favor. Lembre-se de que o mundo já está cheio de gente egoísta e mal-humorada, não precisa de mais um.

Por Erika de Souza Bueno
Blog Olhar de Mulher
https://olhardemulher.wordpress.com
E-mail: consultoria.erikabueno@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s