Moças de pele negra

Princesas, vocês são lindas demais! Amo vê-las com flores nos cabelos, prendendo-os no alto e deixando o rostinho livre para brilhar. O narizinho do tipo batatinha é apenas mais um complemento dos lábios naturalmente volumosos, que fazem inveja àquelas que precisam recorrer a procedimentos cirúrgicos para terem um parecido. “Tadinhas” delas, vocês já nasceram com esse encanto, é como mais um presente de Deus para vocês.

Dias desses, elogiei o cabelo de uma garotinha negra, mas fiquei assustada com o semblante de surpresa que ela e sua mãe demonstraram com minha atitude. Acho que não estavam muito acostumadas com isso. Juro que não entendo como moças tão belas não estejam habituadas a elogios. O seu jeitinho de ser, moça bela, encanta a todos os que têm o prazer em tê-la por perto.

Também dias desses ouvi dizer sobre um tal de “padrão de beleza” e me incomodei muito com tanta falta de senso. Ora essa, não existe nada mais anormal do que impor padrão de normalidade a seres humanos. Pelo amor, que história mais sem fundamento… Sem essa, queridinha. Cada uma tem seus contornos e seu modo de ser. Essas características são intocáveis, por isso não meta o bedelho onde não é chamada.

Meu amor, estamos falando de caso de identidade. Se você tem problemas com a sua, por favor, não incomode quem não tem. Será que vai demorar muito para as pessoas entenderem que são as diferenças que nos enriquecem, que nos completam como humanos que somos (ou pretendemos ser)?

Além do mais, sempre me incomodou o fato de as indústrias não fabricarem com boa qualidade bonequinhas negras. Eu compraria uma coleção. Compraria até mesmo pelo fato de que sobre a pele negra tudo ganha maior expressividade. Por exemplo, amo a cor amarela e a uso a despeito de me deixar com o ar meio apagado. Mas com a pele negra, não. O meu tão desejado amarelo ganha ainda mais destaque, mais força, mais alcance. Ai, como vocês ficam lindas com cores vivas! Isso porque nem começamos a falar dos apetrechos. Cintos (eu me viciei neles), colares, pulseiras, relógios, anéis, lenços. Tudo é mais lindo em vocês. Repito: como assim algumas de vocês, moças negras, ainda não estão acostumadas a receberem elogios?

Até o jeito de andar de vocês fascina. Em dias de calor, meninas, vocês ficam maravilhosas até mesmo de rasteirinhas, as quais aproveitam para denunciarem a cor do esmalte sempre intacto (como vocês conseguem essa proeza?). Gatinhas, vocês são lindas demais. Não deixe que nada de ruim neste mundo obscureça a vivacidade tão própria de vocês. Ser bela é uma questão de escolha para nós todas, mas Deus já presenteou vocês com formosura e docilidade desde o nascimento, além de, é claro, com muito bom humor e carisma em relação à vida.

Por Erika de Souza Bueno
Blog Olhar de Mulher
https://olhardemulher.wordpress.com
E-mail: consultoria.erikabueno@gmail.com

Sobre a Autora

Erika de Souza Bueno é Coordenadora Educacional; Professora e consultora de Língua Portuguesa; Articulista sobre assuntos de língua portuguesa, educação e família; Editora de Portais Educacionais; Palestrante; Revisora Textual, Redatora e Blogueira do “Olhar de Mulher” (olhardemulher.wordpress.com).
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s